Submarino.com.br


Página principal | Artigos | Livros | Links | Legislação | Cursos

Internet no Século XXI

A Internet não é mais novidade. Ela já é um poderoso meio de comunicação que deve ser usado por todos nós como instrumento de difusão do conhecimento.

Em 1996 e 1997, tive a oportunidade de escrever na Revista CIPA ( www.cipanet.com.br ), uma série de artigos cujo principal objetivo era o de apresentar a Internet a uma grande parte dos leitores. Hoje, a Internet já faz parte do cotidiano de muitas empresas, instituições e profissionais das áreas de Segurança e Saúde do Trabalho. Se você observar os anúncios que estão distribuídos pelas páginas das revistas especializadas, irá constatar a presença de endereços eletrônicos na maioria deles. Muitos articulistas também oferecem um e-mail para contato.

Ora, se essa grande rede mundial já é amplamente conhecida e utilizada pelos profissionais e instituições do setor de SST, porque voltar a escrever sobre esse tema ? A minha resposta é que ainda há muita coisa a ser feita por nós para que a Internet seja mais útil e melhor aproveitada.

Tenho acompanhado de perto, o crescimento da presença do setor nessa incrível rede mundial de computadores e não há dúvida que chegou a hora da inovação. Nesta primeira fase, isto é, desde o surgimento da Internet comercial no Brasil (setembro de 1995) até agora, o que se caracterizou para nós foi um período de "marcar presença", estabelecer-se na Grande Rede e utilizar os recursos básicos para trocar informações (correio eletrônico, listas de discussão, bate-papo) e expor produtos e serviços (páginas da Web). Conhecendo o potencial da Internet e suas aplicações interativas (home-banking, livrarias virtuais, supermercados delivery, bibliotecas digitais etc.) temos que adaptá-los aos nossos interesses.

Enviar a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) pela Internet é um grande avanço, já disponibilizado pela Previdência Social, mas ele se tornará maior ainda quando o processamento das informações nos permitir acesso, até mesmo em tempo real, às estatísticas dos acidentes.

A edição de uma norma ou a publicação de uma portaria pode ser divulgada por meio de uma mensagem automática dirigida a todos aqueles que estiverem cadastrados para isso. Isso pode ser implementado pelo Ministério do Trabalho (www.mte.gov.br ), da Previdência ( www.mpas.gov.br ) ou, até mesmo, pela Imprensa Nacional ( www.in.gov.br ). Antes de o Diário Oficial sair da gráfica, você já terá recebido o novo diploma legal em sua casa, escritório, enfim, onde você estiver, até mesmo em seu telefone celular. Para quem está distante dos grandes centros urbanos isso é uma revolução, especialmente se, por esse mesmo canal, for aberto um processo de discussão pública.

Outra área de aplicação do potencial interativo da Internet é a educação à distância. A Universidade Virtual já é realidade em alguns países, os cursos de extensão também. Além de textos e imagens estáticas, dentro de pouquíssimo tempo, poderemos transmitir, pela Internet, filmes de treinamento, seminários e palestras ao vivo, sem o aparato de uma sala de vídeo conferência. Estamos nos preparando para isso ?

A digitalização de publicações técnicas é um outro passo que precisará ser dado com mais velocidade. Já existem os meios tecnológicos para realizar essa tarefa. A quantidade poderá ser pequena no início, mas o importante é reconhecermos a importância dessa biblioteca digital e trabalharmos nessa direção. Não se trata de substituir livros, trata-se de ampliar a difusão do conhecimento técnico em segurança e saúde do trabalho, atingindo profissionais, estudantes e instituições que não têm acesso fácil a bibliotecas e cursos de atualização.

Tenho certeza que as empresas, as entidades, especialmente os órgãos públicos, compreenderão a necessidade de investimento nessas aplicações interativas da Internet. Em um país continental como o Brasil, a Internet deve ser explorada por cada um de nós para que ela seja a Rede do Conhecimento, ao contrário da televisão aberta, que tinha esse potencial mas que se transformou, com honrosas exceções, na Rede da Alienação.

É o momento de migrarmos da era da informação para a era do conhecimento. A segurança e a saúde dos trabalhadores depende disso também. Nossos indicadores sociais estão muito aquém das metas de qualidade de vida de um povo e os números dos acidentes e doenças do trabalho nos revelam um grave problema de saúde pública.

Todos os meios disponíveis para mudar esse quadro devem ser utilizados, à exaustão, pelos trabalhadores, empresários e governo. A Internet é um desses meios; mãos à obra!
 

*Ricardo Pereira de Mattos (ripemattos@ig.com.br) é engenheiro eletricista, engenheiro de segurança e professor dos cursos de Pós Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Sócio Efetivo da Sociedade Brasileira de Engenharia de Segurança, ex-Diretor da Sociedade de Engenharia de Segurança do Estado do Rio de Janeiro e ex-Conselheiro do CREA-RJ. É autor da publicação eletrônica O Endereço da Prevenção: www.ricardomattos.com .



Voltar à página de artigos: clique aqui.

Voltar à página principal: clique aqui.
.

Página principal | Artigos | Livros | Links | Legislação | Cursos